Arquivos para posts com tag: Pintura

Jenny Morgan é uma artista norte-americana com uma quedinha por retratos – e um talento proporcional para criá-los. Pós-graduada em belas artes pela Escola de Artes Visuais de Nova York, Morgan produz pinturas que combinam o realismo figurativo com elementos sutilmente bizarros.

Texto e imagens Zupi

Uma seleção de pinturas do norte-americano Aaron Jasinski.


Zeutch

Tatuagens, street art e até mesmo a cultura mexicana influenciam os pensamentos de Jon Todd. Para ele, não importa o meio, mas sim a mensagem. Jon gosta de instigar assuntos como a luta interna e psicose, mas também cria inspirado em imagens que fogem desta diretriz.

Utilizando-se das mais variadas técnicas (serigrafia, colagem e pintura), seus traços apresentam detalhes minuciosos e muitas cores, características que fazem os desenhos lembrarem vitrais.

Texto e imagens Zupi

Nascido em Taiwan, Hsin-yao Tseng começou a fazer sucesso logo com 12 anos de idade. Cursou faculdade em São Francisco, onde se formou.

 

Gotas de tintas a óleo dão vida às telas de Matthew Davis. Diferente da técnica tradicional, o artista não utiliza traços para desenhar. Ele usa o pincel apenas como meio para pingar gotas de tinta. Matt espera alguns dias até a primeira camada secar, depois, adiciona novas camadas que, devido à rica gama de cores, criam as imagens da obra.

É uma mistura de pontilhismo com bolinhas de sabão, chuva no vidro, cores e compreensão visual.

Imagens e texto Zupi

Em uma série com carvão sobre papel e madeira, esse artista desafia o limite entre o figurativo e a sugestão.“Nos meus trabalhos não existe nenhuma forma muito definida, nada muito literal. Um olho às vezes é só um traço, uma mão vira um monte de riscos”, revela Alexandre Wagner à Zupi.

O artista não faz nenhum tipo de esboço, todo o processo é registrado no suporte final, deixando prosperar as inspirações momentâneas. Apesar de usar borracha, ele conta que acaba conservando a maioria dos erros e das mudanças de ideia ao longo do desenho:

trabalho com erro por cima de erro. Descobri o erro como parte fundamental e inseparável do que eu faço”

Texto e imagens Zupi

Nascido em Honolulu, Ekundayo foi para a Califórnia com 11 anos, onde desenvolveu seu gosto por artes gráficas e começou a desenhar e criar sem parar. Sua estética combina o graffiti subversivo das ruas com a erudição das artes históricas, utilizando acrílica, guache, aquarela e técnicas de gravura. Como temática, Dayo expressa a batalha e o fardo da vida, que servem tanto como inspiração para alterarmos de modo construtivo, quanto para refletirmos sobre nossa incapacidade de mudar (se for esse o caso).

Texto e imagens Zupi

%d blogueiros gostam disto: